Projecto Francesinha Um Projecto de bem comer a norte

14Apr/113

Barcarola: Um Sabor a Pouco

francesinha_barcarola-300x225

Bons Dias, caros entusiastas das Francesinhas. É com prazer que o Projecto vos relata mais um dos seus episódios. Desta vez, decidimos poupar na gasolina...e ficar pela cidade invicta. A verdade é que as medidas do FMI já afectam também o ProjectoFrancesinha... mantendo-se, no entanto, intacta a nossa vontade de as comer! As francesinhas, entenda-se!

Nesta ocorrência, havia quem tivesse chegado mais tarde e quem tivesse que sair mais cedo...compromissos sérios, disseram vozes mais informadas. O espaço é amplo, com várias mesas e aberto até tarde. Os plasmas dão a clara sensação de ser um espaço habitado por noctívagos, amantes do futebol e doutros desportos que tal.

Os barris são Super Bock, cenário comum na cidade invicta...as entradas tinham bom aspecto se bem que não foi por elas que fomos lá. Mas depois de um dia a trabuquir, digamos que dá jeito manduquir qualquer coisa. Lá trás, na cozinha o ar atarefado e os bons cheiros deixam antever algo de único: a chegada das francesinhas à mesa. O aspecto era positif! Bonitas por fora e com umas batatas de deixar água na boca....só de aspecto. Ora pois...as partes positivas acabaram aqui. Primeira garfada, primeira desilusão...nem deu para perceber se a batata era congelada ou não. Era tão má que não nos demos a esse esforço...recomendamos que peçam a versão sem batata. Depois, o pão parecia próprio duma tosta mista...das boas, é certo, mas não deixa de ser uma tosta mista. O bife parecia razoável, não fosse termos apanhado alguns nervos que nos puseram os nossos em franja!!! O ovo era banal e a chama que a francesinha acende em todos os pratos onde é servida foi-se rapidamente apagando a cada golpe, a cada degustação. Seria possível antever pior cenário? Provavelmente, não...mas a cerveja ia adiando o inevitável.

Os restantes ingredientes eram bons mas o molho, insípido, acrescentava algo a uma verdade que já não podíamos negar: esta francesinha não merece figurar entre a nossa galeria de honra. Sem dúvida que o Barcarola é uma Cervejaria com tradição na cidade do Porto e que continuará a receber vários visitantes em busca da sua nobre francesinha. No entanto, a sua falta de qualidade e a ausência de um serviço atencioso (facto que não podemos deixar de relatar) deixaram muito a desejar. Provavelmente, guardaram-nos melhor sorte para a próxima visita. E é o que nós vos desejamos daqui, meus caros convivas. Boas Francesinhas e boas surbias. Um forte abraço para todos e até à próxima.

Parâmetros lmatias
rpinto
hvara
dalves TOTAL
Local 7 8 7 6 7.00
Molho 6 5 5 5 5.25
Batatas 4 3 4 5 4.00
Inovação 5 4 5 5 4.75
Ingredientes 5 6 6 6 5.75
Preço 6 6 5 6 5.75
PONTUAÇÃO FINAL 5.50 5.33 5.33 5.50 5.42
CUSTO TOTAL 8.2 €
Comments (3) Trackbacks (0)
  1. concordo a 100%.
    fui lá uma vez e nunca mais!
    para mim foi uma experiencia péssima!

  2. Isso de avaliaram assim as francesinhas é um pouco subjectivo. No minimo deveria haver 5 pessoas e a irem em diferentes dias para não haver influência cognitiva. Digo isto, porque o Barcarola tem as melhores francesinhas do Porto (90% das pessoas que vão lá a 1ª vez dizem que são as melhores. E depois existe pessoas que comentam que confirmam que são horríveis. Não se deixem enganar, esta gente que comenta pode muito bem ser da concorrência, qualquer restaurante quer ver o Barcarola na falência, é normal porque efectivamente é o melhor. Cumps

    • Viva Rui,

      Nós temos os nossos critérios e é o nosso projecto.
      Desde que respeite as normas do bom senso e da boa educação, aceitamos todas as opiniões.
      O resto, é da responsabilidade de cada um. As conclusões sobre a nossa avaliação, também.
      Não concordamos com a sua…mas respeitamos.

      Cumprimentos,
      PFrancesinha


Leave a comment

(required)


*

Trackbacks are disabled.