Projecto Francesinha Um Projecto de bem comer a norte

17Mar/110

Cenáculo – Um Clássico dos 80′s

francesinha.cenaculo-300x248

Vivam amantes da Francesinha de todo o País e arredores desta nossa terra lusitana. Saudades do Projecto? Nós também tivemos vossas...e esta semana voltámos à carga. Aproveitámos a desculpa do costume (futebol) e fomos comer mais uma francesinha neste roteiro quase inesgotável pelo nosso Portugal! Desta feita, fomos reservados e decidimos não arriscar. Afinal de contas, não é todos os dias que vemos um Clássico. E é isso mesmo que é o Café Cenáculo. De entrada imponente, este templo conserva tudo aquilo que fez famosas as cervejarias nortenhas dos anos 80: boas mesas, apresentação fina, de bata e laçarote com ar de quem vai servir algo requintado...quase divinal, não fosse a bregeirice tuga exigir alguma falta de jeito...clássica nestas coisas. É a chamada tosquice...e o Cenáculo tem isso. Nós gostamos.

CenáculoSentamo-nos. Respiramos. Recostamo-nos nos sofás...pedimos um fino. Estamos em casa. E porque não? Afinal de contas, não se pode dizer que a Francesinha é algo que tenha muito Glamour...é a chamada refeição caseira...e não são essas as melhores? Então com umas moelas e um polvinho em alho para abrir o apetite, tanto melhor. Assim foi...e que ricas moelinhas! Nós apreciamos a boa mesa...principalmente quando ela sorri para nós. Em seguida, o respeito: Francesinha, com batata e ovo. Pedido fácil nesta mesa. Previsíveis, como sempre.

O Real já ganhava 1-0 ao intervalo. Hala Madrid! Começa a segunda parte mas nós ainda estávamos no início da primeira: as Francesinhas chegavam finalmente. Não eram muito fotogénicas nem queriam chamar muito à atenção...afinal de contas as Francesinhas não são coisas de estar, são coisas de comer. E esta até era interessante.

Bons ingredientes, sólidos, de qualidade, sem escapar ao standard mas sem defraudar um bom amante...merece claramente o rótulo de Clássica. Não inventa...e ninguém lhe pediu isso. A batata demorou a cortar porque foi feita à mão e estava razoável. O molho não era nada de especial...mas também se assim fosse, já tinha ido para o estrangeiro...não é o que se diz de tudo de bom que temos por cá? :)

Chegámos ao final com a clara sensação que podia ter ido mais longe...é pena o molho não convencer...pouco espesso, pouco picante, pouco tudo...demasiado pouco. O atendimento fora impecável, a molheira chegou quando elas secaram e tudo esteve muito bem (fora umas distracções próprias da nossa cultura de ir fazendo....e isso também é importante).

No final, o preço também prejudicou um pouco...a batata pagou-se à parte para perfazer a módica quantia de 9,13 euros só pela francesinha + batata. Recomendamos o Cenáculo para qualquer leitor que estude ou trabalhe/viva na zona e queira ir ver um futebol em ecrã gigante, beber uns finos e conversar com os amigos sem a preocupação de marcar mesa ou estar muito incomodado. Para isso, o Cenáculo é mesmo um espectáculo. Desta feita, ficamos por aqui em mais uma visita do ProjectoFrancesinha. E até sabermos qual a melhor, não vamos desistir...vocês merecem. Boas Francesinhas a todos e até uma próxima!

Parâmetros lmatias
rpinto
hvara
dalves TOTAL
Local 7 7 6 6 6.50
Molho 6 5 4 5 5.00
Batatas 6 6 5 6 5.75
Inovação 6 6 5 5 5.50
Ingredientes 7 7 7 7 7.00
Preço 6 6 6 5 5.75
PONTUAÇÃO FINAL 6.33 6.17 5.50 5.67 5.92
CUSTO TOTAL 9.12 €
Comments (0) Trackbacks (0)

No comments yet.


Leave a comment

(required)


*

Trackbacks are disabled.