Projecto Francesinha Um Projecto de bem comer a norte

25Aug/100

Projecto Francesinha: Um Roteiro

Nós somos um grupo de amigos que decidiu criar este Blog por vários motivos...entre os quais descobrir quais as melhores francesinhas de Portugal. Como o fazemos? Simples: basicamente, vamos comê-las todas! 🙂 Não de uma vez, mas faseado. E depois vamos dar a nossa opinião séria, honesta e responsável. Espero que acompanhem este verdadeiro roteiro gastronómico deste prato tão típico do Norte do País 🙂

Comments (0) Trackbacks (0)
  1. Parece-me um projecto bem interessante, força nisso 😉

  2. Muito obrigado…se tiveres sugestões para dar, não hesites 🙂

  3. Boas! Acho a vosssa ideia do blog interessante, para divulgar a nossa querida francesinha, principalmente para aquele pessoal que diz que as melhores são as de Vila Real ou Lamego.
    Contudo, gostava de deixar uma pequena critica relativamente ao vossos critérios de avaliação. A ideia que vocês passam no vosso texto de aprsentação do blog, é que o vosso objectivo principal, é avaliar qual a melhor francesinha, na vossa opinião. Mas, a vossa avaliação acaba por ser injusta, pois têm só 2 critérios, de 6, a avaliar francesinha, e ainda por cima, todos eles com igual peso. E sim, não conto as batatas como parte da francesinha visto que, em muitos restaurantes, é pedido à parte. Logo aí, estão a avaliar mais o restaurante que tem francesinha no menu, do que a francesinha em si. O local, a inovação, batatas e o preço, deviam ser na minha opinião, meramente informativos, colocados no texto, e não na pontuação. Geralmente, as pessoas não ligam muito se o local de uma boa francesinha é bonito ou não, o essencial a saber é, se as pessoas vão comer uma boa francesinha. Por exemplo, vocês dão nota 5 ao Fase, no que diz respeito ao local, quando o restaurante está sempre cheio, e têm das francesinhas mais conhecidas e premiadas do porto. Quem vê o vosso ranking, a Cervejaria Galiza acaba por ter uma diferença um bocado grande em relação ao Fase, quando se fosse avaliado só pela francesinha, já não se verificava isso.
    O critério de inovação também não está bem esclarecido, porque cada cozinheiro tem o seu segredo, e esse geralmente está no molho, que já é avaliado.
    No fundo, o que quero dizer é que há critérios a mais, e acabam por ser injustos. Para um apreciador de francesinha, o essencial é o que vai para o estômago, o resto é secundário.
    Não levem a mal, é apenas uma critica para tentar melhorar o serviço.

    • Viva Pedro,

      Registamos com apreço a tua opinião. A inovação é um critério que premeia as francesinhas que por se manterem originais ou por inovarem, fazem-no duma forma positiva para o conceito e o sabor da Francesinha em Portugal.

      Cumprimentos,
      PFrancesinha

  4. Penso que vos falta um restaurante em Matosinhos chamado requinte…
    Aconselho vivamente que vão lá apreciar as francezinhas

  5. Boa tarde, achei este blog muitoooooo interessante visto que quase amo comer boas francesinhas =), aconcelho a quem poder, ir a Taberna Belga em Braga, creio que nao se vao arrepender, comi muitas francesinhas mas como aquela….. só de pensar tenho agua na boca hahah


Leave a comment


*

Trackbacks are disabled.