Projecto Francesinha Um Projecto de bem comer a norte

24Nov/1030

Afinal fomos ao Yuko

A noite escureceu a cidade e as folhas, já caídas e bem escurecidas indicam um Outono amargo, daqueles em que apetece passear sem sair do carro. Às 21:00 quatro amigos encontram-se e está criado o cenário ideal para mais uma noite do Projecto Francesinha! Após a histórica entrevista à rádio TSF, o safari das Francesinhas continua e, tal como anunciáramos a semana passada, dirigimo-nos à famosa terra dada pelo nome de Ermesinde! Lá, segundo rezam vários entendidos, jaz um espaço que prima pela elevada fama e qualidade das suas francesinhas: o Café Torres, junto à estação. Acontece que, às Terças-Feiras encontra-se fechado e demos um pouco com o nariz na porta. Nada que nos esmoreça, pois após rápida reunião, chegámos a um consenso e refugiámo-nos no não menos famoso Restaurante Yuko, em Costa Cabral.

Decoração no YukoEste é um restaurante pequeno de comida tradicional portuguesa, embora não estejamos a falar propriamente dum tasco: a apresentação do espaço e dos seus funcionários bem como o preço do menu indicam um charme muito particular que, de facto, se verifica. Naturalmente que o menu tem sempre um defeito, pois nós escolhemos sempre as mesmas coisas: Francesinha Especial com batata e ovo. Mas antes que nos apercebêssemos, já estávamos a degustar umas fantásticas moelas com pão de cereais acompanhado duma sempre fantástica Super Bock que auspiciou uma noite bem mais histórica do que a que se verificou.

Esperámos cerca de 30-35 minutos pelas francesinhas. Aí, já o funcionário se tinha equivocado no sabor de uma das bebidas e no levantamento do cesto de pão por acabar 20 minutos antes de sermos servidos. Viria mais tarde a enganar-se em vários outros pedidos, bem como na conta. Mas por esta altura a francesinha ainda podia salvar muita coisa...podia, mas não salvou.

Yuko - EntradaChegada à mesa, verificámos que o seu aspecto era bastante pomposo. Vinha com algum molho, não muito mas acompanhado por uma tradicional molheira portuguesa que, bem vistas as coisas, foi muito útil. O pão era alto, muito alto, quase infinito de tão alto...o queijo era bastante razoável, diríamos acima da média até. Os ingridientes eram demasiado vulgares para ser referidos num blog deste tipo: um bife baixo, que às vezes parecia lombo de baixa qualidade cortado numa máquina de cortar queijo...era fina aquela fatia. A salsicha, uma salsicha vulgar daquelas que temos na prateleira para desenrascar aquele dia que chegamos mais tarde a casa. O ovo não pareceu brilhante e as batatas fritas, apesar de não serem congeladas, eram bastante fracas. Diria mesmo desinteressantes pois, apesar de a quantidade que veio para a mesa ter sido para 1 ou 2 pessoas, o prato não chegou sequer ao fim.

Temos que falar do que falta: o molho. Ora, a fama deste lugar tinha que se justificar por alguma coisa. E o molho é, provavelmente, um dos melhores senão o melhor que experimentámos aqui no Projecto: consistente, picante q.b., muda completamente a cara duma "francesinha de esquina" como, infelizmente, são os ingredientes que compõe a francesinha do Yuko. O molho é de outra galáxia e o seu segredo é ouro: prova perfeitamente que o molho é um ponto chave deste prato.

Infelizmente para o Yuko, o Projecto Francesinha tem os sentidos apurados e tem que se pronunciar sobre todos os aspectos. E a maior parte são francamente medíocres. No preço, também vão ter uma surpresa desagradável: 10,2 euros por uma francesinha especial é um preço que o projecto só tinha encontrado até hoje no Capa Negra II. E o Yuko, apesar de muito bonito, não justifica nem de perto esse preço...nem a visita. A menos que procurem uma boa Petisqueira, devem deixar o Yuko mesmo...na prateleira. Fica a reportagem e um muito obrigado a todos aqueles que nos incentivam e acompanham. Até à próxima.

Parâmetros lmatias
rpinto
hvara
dalves TOTAL
Local 7 8 8 7 7.50
Molho 9 9 9 9 9.00
Batatas 5 5 4 4 4.50
Inovação 6 4 5 5 5.00
Ingredientes 4 4 4 4 4.00
Preço 5 4 4 5 4.50
PONTUAÇÃO FINAL 6.00 5.67 5.67 5.67 5.75
CUSTO TOTAL 10.2 €
Comments (30) Trackbacks (0)
  1. Olá! :)

    Nunca fui ao Yuko…mas já fui várias vezes ao Torres e posso vos dizer que a francesinha de lá, para mim que adoro francesinhas, é no minimo … diferente, vá! :)
    Não vão a contar com o tradicional molho de francesinha, porque o que é diferente é mesmo o molho que não é o tradicional! ;)

    BJ

    Marta

    • Concordo com a opinião sobre o café Torres em Ermesinde! Sem dúvida divinal e inegualável. Batatas fritas na hora, molho distinto de qualquer outro, atendimento 5 estrelas e qualidade e porporção perfeitas. O verdadeiro apreciador tem de dar 10 em todas as vertentes.

  2. Boas!

    Grande ideia para um blog que só tomei conhecimento há pouco tempo!
    Venho sugerir o Alicarius em Aveiro.
    Bom espaço, principalmente para se beber um Principe e comer uma boa Francesinha enquanto se vê um jogo de futebol.
    Grande localização também!

    Continuem o bom trabalho!

    Gonçalo

  3. Bom, finalmente! Até que enfim alguém ajuda a dizer o que deve ser dito. Aquilo a que chamam “francesinha” nesta casa Yuko, não é francesinha. É uma inqualificável coisa que, logo que possível, deixará de se chamar francesinha. Veremos se não é assim… Mas a seu tempo.
    Quanto ao V. projecto, continuem o muito bom trabalho.
    Abraço.
    Amadeu Silva, zelador-mor da Confraria da Francesinha

  4. Boas, sendo eu um grande fã deste maravilhoso prato, gostava que postassem a morada de cada sitio que vão para quem quiser também visitar o espaço saiba com mais facilidade onde se encontra!
    Uma coisa que interfere na pontuação e nao deveria é o local.. pessoalmente nao me importo de estacionar um pouco mais longe se a francesinha for boa, por isso acho que essa pontuação nao deveria interferir com a pontuação final da francesinha.
    Era menino para um dia vos acompanhar! :)

    Abraço
    Ivo Moura

  5. Eu sou de Ermesinde e não entendo como o Torres tem tanta fama. Eu adoro francesinhas mas nunca vou lá comer. Existe outro em Ermesinde, à frente dos Bombeiros chamado Cervejolas e acreditem que é bastante melhor. Por isso caso façam uma avaliação do Torres, não se esqueçam de fazer também no Cervejolas.

    Fiquem bem!

  6. Um desafio: vão “fazer a prova” ao Café Gabero”, ou Bar Belga, como também é conhecido, dada a sua mostra de cerveja natural da Bélgica. Fica ali mesmo na Rua da Alegria, do lado direito de quem sobe, mesmo antes de chegar à Cooperativa dos Pedreiros. E deliciem-se.

  7. Olá a todos,

    dou-vos os parabéns pela iniciativa! De facto não é uma ideia inovadora mas com um prato tão específico do Norte, propiciam um manancial de informação útil para toda a gente interessada em comparar e avaliar francesinhas (que também é o meu caso, mas não de forma “profissional”).
    De facto fico surpresa pela V/ experiência no YUKO pois para mim está no top, é o melhor sítio onde comi francesinhas até hoje. E quando pretendo comer uma bem especial, sem olhar ao custo, escolho o YUKO.
    O ambiente é calmo e sossegado, bem diferente de qualquer outro snack-bar. Demora é certo, mas a francesinha vem a ferver, com pouco molho para se ir acrescentando à medida que se vai comendo e não arrefecer. É para comer com calma, não são rápidos. Para fazer “sala” com os amigos até à chegada do manjar.
    As batatas fritas são muito saborosas e estaladiças, fritas em azeite pela cor que apresentam. Com umas rodelas de laranja para limpar a boca no final.
    E a francesinha não compreendo como falam em ingredientes banais. Quando lá vou a minha francesinha tem um bife considerável com sabor a alho e loureiro, pão de cênteio que é torrado previamente (fininho e estaladiço), linguiça e não salsicha, e por baixo do farto queijo, fatias de presunto que em conjunto com o delicioso molho, fazem a combinação perfeita.
    Por isso me espanto ao ler a V/ descrição. Talvez terão tido um dia menos bom…
    Mas em geral gosto da V/ apreciação e da V/ crítica bem escrita.
    Sugiro que visitem também o Cunha II, em Ramalde.
    Um abraço e boas comezainas!!
    MB

    • Olá Mariana,

      De facto, as batatas não eram estaladiças, não vimos linguiça, nem bife…muito menos presunto. O molho era óptimo e o queijo e o pão também…aliás, até tinha pão a mais. Não sei se tiveram azar…mas sei que são caras…muito caras. E duvido que, mesmo num dia bom, justifiquem o investimento. Aquele foi, para pena deles, um dia mau.

      Um dia destes iremos ao Cunha II.

      Beijinho,
      LMatias

      • Já fui a Yuco dezenas de vezes e já o conheço à mais de 15 anos e nunca comi uma Francesinha como a que descrevem, sem presunto, sem bife……..não se devem estar a referir ao mesmo restaurante………A Francesinha de lá é a melhor Francesinha que eu comi até hoje……………qual Capa Negra, Cufra, Cunha II, Fase…. ou qualquer outro que já tenha ido……..

  8. ola a todos que gostam de francesinhas nao como muitas francesinhas… tou na suissa e quando vou a portugal vou comer entre vila do conde e povoa do varzim o sitio chama-se AMORIM é de ficar a chorar por mais servidas na queles pratinhos de barro a sair bem quentinhos do forno tao deleciosas mas para o ano vou esprementar outras vou seguir alguns conselhos vossos …mas nao se esquecam de ir là depois digam alguma coisa ..ha acho que se chama o manjar das francesinhas desculpem se nao for assim mas quando vou so me enteressa as francesinhas nao o restaurante ate que quando vou tenho que ir muito cedo e esperar tem sempre muita jente vao là e bom apetit

  9. Boa noite,desde ja parabens pela iniciativa de procurar a melhor francesinha!
    mas posso dizer com toda a certeza que a avaliaçao do restaurante yuku,e nao sei porque,esta muito errada!!!
    Primeiro a Mariana tem razao e alem de serem as melhores francesinhas do mundo,levam sempre presunto;bem como paiola;fiambre;salsicha alema fumada e nao como referem salsicha de trazer por casa!o bife de que tanto falam é de porco com um sabor especial a alho e loureiro!!as batatas nunca tive razao de queixa!E sim o molho é divinal!quanto ao preço pelo que ja vi e experimentei nao sao as mais baratas mas sem duvida que nao é um preço assim tao esorbitante!!quanto ao tempo de atendimento eu pessoalmente nao me importo de esperar quando sei que tudo é feito na hora!!!
    Mas isto claro é apenas a minha opiniao e como todos sabem os gostos sao mto subjectivos!

    • Viva,
      Errada não está. Podes não concordar com ela…mas reflecte o que tivemos quando lá fomos.
      E posso-te dizer que tivemos um atendimento deficiente, demorado e sem cuidado, como é descrito no post.
      Quanto à francesinha, as batatas eram de facto de terceira…ficaram todas no prato. E a francesinha, tinha um queijo razoável, um bife razoável e péssimos e escassos ingredientes. O molho era muito bom, de facto. E o preço, é ao nível do Capa Negra e do Alicantina. E, convenhamos…o Yuko não é nenhum dos dois.
      Podem ter tido azar…mas a vida é mesmo assim.

      Cumprimentos,
      LMatias

  10. Ate estava a apreciar alguns comentarios…

    Mas depois desta Analise, todos eles se tornao uma anedota.

    LAmentavelmente os “criticos” de francezinha que nao sabem destinguir bife, de lombo de porco marinado em louro, e nao sabem o que é presunto , ou mesmo xegar ao ridiculo, de avaliar batata congelada com nota superior a uma batatinha descascada e frita na hora…MEU DEUS.

    Deu para entender que sou cliente desta casa a mais de 10 anos, e SIM , ja esprimentei em todas do vosso Pseudo ranking , e decididamewnte, foi o comentario mais surreal e dispare que ja ouvi, ao ponto de parar de aconcelhar o vosso blog, pela falta de criterio que nele encontramos.

    Bom sorte para o Projeto “anedota” Francezinha.

    • Viva António,

      Compreendo a frustração de ver a casa que é cliente de alguma forma criticada negativamente aqui. Relembro que é uma opinião e elas são todas subjectivas. Não vou sequer contra-argumentar o que disse…mas entendo que alguma moderação não lhe ficava mal. Nem sempre podemos pontuar como entende, lamento. De facto, a francesinha do Yuko foi fraca na vez que a visitámos pelas razões que já leu e pelo que vejo releu. Finalmente agradecemos a sua participação e a de todos, visto estarmos neste momento a atingir um bom nível de visibilidade.

      Cumprimentos,
      LMatias

    • Tem toda a razão……..não sei como podem vir para aqui criticar a melhor Francesinha do PaÍs……………..isto minha opinião e de todos que conhecem, e falar bem de Francesinhas de plástico feitas em série e com batata frita congelada………….
      Em parte é bom que nao gostem do mesmo pois o Yuco não tem muitos lugares e não teria lá o meu quando me quero deliciar com uma verdadeira Francesinha

  11. Acredito que isto não passe de Um grupo de amigos, (sem qualquer formação gastronómica) que gosta de beber uns canecos e beber umas francezinhas(sem muito critério).

    Voces xegaram ao ponto de colocar a francezinha com o melhor molho(Yuko, segundo vocês) num dos últimos lugares do Ranking, pois certamente é mais importante o funcionário se enganar no sabor da bebida do que do molho.
    Continuarei a ser cliente desta casa como sempre fui, e continuarem a provar as varias francezinhas que me aconselharem, mas estou para desistir, cada barrete!!!!

    Fantástico é o “Madureira” a frente do Yuko e outros, LOLOL , surreal, pois certamente é um daqueles espacos e restaurantes que NUNCA mais la passarei, após 3 ou 4 barretes que la comi.

    Deixarei de comentar este post, vou passar isto a frente, desculpem se de algum modo ultrapassei os limites da boa educação, mas tinha direito a minha opiniao sincera.

    Boa Sorte.

    PS: acredito mais num dia mau vosso, do que um dia mau do Yuko.

    • Sr. António Ferreira,

      Também gosto muito do Yuko e também acho que tem, para mim, a MELHOR Francesinha.
      Mas isto trata-se da opinião de UM grupo de pessoas que visitaram UMA vez o Yuko e tiveram UMA experiência má, dando UMA má avaliação. Quanto a isso, não percebo qual é o seu grande espanto. É o que é. Daí a desaconselhar o “Projecto Francesinha”, vai uma grande distância.

      Por isso, entendo mesmo que o “Projecto Francesinha” teve azar na visita que vez ao Yuko. Porque eu também já tive esse azar: Convenci um grupo de amigos que estavam ansiosos por conhecer a MELHOR Francesinha e o resultado foi: comemos uma má Francesinha! Numa das 100 vezes que já lá fui. Tive mesmo muito azar, não é verdade? Ainda para mais depois de convencer um grupo de amigos a ir. Fiquei mesmo MUITO MAL! E qual foi a opinião dos meus amigos acerca do YUKO?!? Adivinhe lá: “Não presta e é caro!”… Pois claro! E vai ser difícil mudar-lhes a opinião com certeza!

      Talvez no futuro esta equipa volte lá com outra opinião. Mas ficam dois concelhos sinceros para si:
      - Seja mais moderado nas suas intervenções.
      - E escreva em Português porque não sei o que quis dizer com: “se tornao numa anedota”, “destinguir bife”, “xegar”, “a mais de 10 anos”, “esprimentei”, “aconcelhar”, “xegaram”.

      Um bem haja a todos e parabéns ao “Projecto Francesinha”

      • Por causa do seu “aconcelhar” até eu escrevi “concelhos” em vez de “conselhos”…
        Está a ver no que dá? Isto é contagioso! ;)

  12. Boa noite a todos,

    Em primeiro lugar dou os meus parabéns a esta iniciativa original.
    Naturalmente que cada um tem a sua opinião e a minha é a seguinte:
    Dentro dos muitos sítios onde já comi francesinhas, o Yuko continua no top, sem dúvida um dos melhores sítios para desfrutar de uma bela francesinha no Porto. De todas as vezes que tive oportunidade de lá ir nunca tive problemas e a nível de confecção não vi qualquer defeito a apontar.
    Um dos sítios que me faltava ir era o muito aclamado Bufete Fase, talvez por lá passar e estar sempre pessoas à espera para entrar. Hoje por sorte fui lá e arranjei uma mesa livre. Posso dizer que foi uma completa desilusão…para mim uma francesinha completamente banal e pior até talvez tenha sido o molho. Decerto um sítio a não repetir…
    Um sítio que se calhar já tiveram oportunidade de ir e que também fazem umas boas francesinhas é o Locanda em Gaia.
    Cumprimentos

  13. Perante uma das melhores Francesinhas que se podem comer, que é a da Taverna Yuco , veem para aqui falar do Torres em Ermesinde????? Conheço bem ambas e a unica coisa que a do Torres é melhor é no preço de resto nada mais.
    NB: Em Ermesinde a do Torres é a melhor, mas nao a vamos comparar com a melhor de todas que é a do YUCO.


Leave a comment

(required)


*

Trackbacks are disabled.