Projecto Francesinha Um Projecto de bem comer a norte

30Mar/125

A Cantarinha – Pérola de Massarelos

francesinhas-300x259

Dia quente no Porto. A hora mudou e os dias mostram-se de forma mais alegre, mais descomprometida. O Projecto está prestes a partir para mais uma descoberta.

Esta semana como anunciado ficamos pelo Porto (para não variar). Bem no centro, bem ali na zona nobre da Maternidade Júlio Dinis. Lugar onde muitos portuenses dão o primeiro choro das suas vidas. No nosso caso foi mais: "Comer e chorar por mais...". Estivemos no modesto e movimentado 'Cantarinha'. Com entrada para o Largo da Maternidade de Júlio Dinis temos um espaço bem tradicional, aquilo que carinhosamente os portuenses chamam de 'tasca'. Balcão de inox á antiga, mesas dispersas pela sala assimétricamente, duas televisões de tamanho considerável.

A 'tasca' estava bem composta. Na tv os vermelhos jogam com os azuis. E advinhem por quem torcem os demais comensais ? Orientamos a nossa mesa e assentamos arraiais. Depois de um dia cheio nada como uma Francesinha para retocar o estômago e animar a alma. Sem rodeios somos abordados. "Quatro Francesinhas?" - pergunta o 'moço'. A resposta é obvia... "São quatro Francesinhas com ovo e batata frita, com tudo a que temos direito".

Dois dedos de conversa. Chegam para a mesa ao lado as Francesinhas. São de tamanho consideravel, com boa cor. Mais dois dedos de conversa e chegam a mesa duas travessas de batata frita. A batata frita de classe tradicional. Duas travessas bem compostas. Provamos uma e confirma-se são batatas reais, um ponto positivo!

Estamos a trincar a segunda batata e ei-las... chegam as nossas mais que tudo! Bom aspecto e com um tamanho de fazer inveja a muitas casas com nome. Primeira batata 'demolhada' no molho. Algo doce comentamos os quatro. Tomate em demasia? Talvez... Coberta por fatias de queijo bem derretido e com boa textura. Avançamos para a primeira garfada. O pão torrado de qualidade mostra bem que estamos numa casa que sabe o que faz. O bife de qualidade mundial. Tenro e bem temperado. Aquele bife que parece 'manteiga'. Com a altura ideal e que dá ao interior da Francesinha um bom aspecto. A acompanhar temos dois tipos de salsicha. Uma de qualidade e saborosa a outra nem tanto... Fatias de fiambre completam o interior desta 'andorinha'.

Surge uma terceira travessa de batata frita. Tudo isto sem nosso pedido, o saber atender é lei neste espaço. O Projecto Francesinha gosta disto! Aparece também uma nova 'rodada' de molho servida pelo empregado. O molho 'aquecido' na hora bem vermelho surge num bule. Bem vermelho e bem quente. Por outro lado a textura e picante estavam no ponto. Este ía sendo servido pelo 'dono' á medida que íamos degustanto a Francesinha.

Pelo ambiente, pelo atendimento e pela Francesinha a Cantarinha merece claramente a visita dos amantes de Francesinha. Deixamos aqui mais um local bem no centro do Porto para os que pensam que já tinhamos esgotados as possibilidades. Com esta chegamos ao numero simbolico de 50 'descobertas'. Uma maratona. Um prazer. Continuaremos. Não percam o próximo episódio porque nós também não...
Até breve!

Parâmetros lmatias rpinto hvara dalves TOTAL
Local 9 9 9 7 7.5
Molho 6 6 6 5 5.75
Batatas 8 8 8 8 8
Inovação 5 5 5 5 5
Ingredientes 7 7 7 7 7
Preço 7 6 6 6 6.25
PONTUAÇÃO FINAL 7.00  6.50 6.50 6.33 6.58
CUSTO TOTAL 7,50 €
Comments (5) Trackbacks (0)
  1. Aconselho a visita ao Guidos (http://maps.google.com/?q=guidos-snack-bar@41.1758603248,-8.58553067803&z=17).

    Uma relação qualidade/preço muito boa. ;-)

  2. Reza uma lenda em terras vimaranenses, que a francesinha é originária de Guimarães e não do Porto.
    Como sendo, convido-os a visitarem a Cervejaria Guimarães, em pleno centro da cidade de Guimarães, pois vão ver que vale a pena.
    Como amante de francesinhas que sou, posso deixar a garantia que irão encontrar uma francesinha melhor que as da Galiza, Gambamar, Requinte, Decomur e Locanda, por exemplo, pois são algumas das que estão na vossa lista de “reviews” que eu já tive o prazer de experimentar.
    Um bem haja a todos ;)

  3. Só encontro esta referência para A Cantarinha. Estará correcta?

    Largo Maternidade J Dinis 75 -r/c
    4050-371 Porto GPS: 41.150613,-8.623560


Leave a comment

(required)


*

Trackbacks are disabled.