Projecto Francesinha Um Projecto de bem comer a norte

8Aug/117

Guarda-Sol: Um Petisco a Beira-Mar

francesinha_guarda_sol-300x214

Foi num dia chuvoso e bem cinzento do alegre mês de Agosto que o Projecto Francesinha resolveu "atacar" mais um alvo. Enquanto o governo anuncia mais e mais planos de emergência, nós decidimos apostar na fórmula do costume: a francesinha é sempre capaz de trazer alegria ao povo! Numa época em que o Projecto tem alargado os seus horizontes, visitando espaços distantes da cidade do Porto, a Póvoa do Varzim emergeu como destino... não fossem as francesinhas também famosas por lá. Apesar do tempo, decidimos arriscar e fomos ao Guarda-Sol.

Marginal cheia, apesar da chuva murranhenta que teimava em abanar as férias de muita gente, não fosse a Póvoa destino primordial do tuga teso e de meninos de pais ricos com casas de Verão por aquela zona. Estacionar o carro foi tarefa impossível não fosse um parque pago que existe naquela zona. Depois de duas voltas, decidimos entrar e perder o amor ao dinheiro. Encontrar o espaço não foi difícil: a forma, redonda, e a localização em cima da praia denunciaram o Guarda-Sol da zona. O ambiente dentro era animado e o restaurante estava praticamente cheio. Para este ambiente há-de ter contribuído o Guimarães-Midjytiland que se jogava naquela altura. Chegados à mesa, bem com vista para o areal - porque o nevoeiro denso não deixava ver o resto - fomos confrontados com um cardápio diferente: apareceu uma tal de francesinha poveira. Ora isto é uma modalidade da francesinha servida na Póvoa para que esta pudesse ser portável para a praia...o Projecto decidiu experimentar e pediu uma para os 4, partida em pedaços em tom de brincadeira. Para prato principal, a Francesinha especial com batata e ovo recolheu 100% dos votos.

A brincadeira antecipou-se na chegada à mesa: que nem um cachorro com um molho diferente na cobertura achámos que esta versão da francesinha pouco ou nada acrescenta a um bom cachorro especial. Se bem que gostámos, como é evidente...é uma boa entrada. De repente, com a classe do costume e sem grande alarido, chegam as francesas à mesa. O primeiro impacto foi de espanto: o molho era muito diferente do que estávamos habituados. A cor, laranja claro, e a textura cremosa e grossa aguçou a curiosidade para saber como era de facto o molho destas bandas. À primeira garfada, pareceu-nos um molho muito forte...exageradamente forte. Tão forte que tivemos que abrir a francesinha para perceber ao certo o que a francesinha tinha. A quantidade de mostarda no molho é exagerada e disfarça os sabores naturais do prato. Ainda que as natas atenuem esta agressividade, os sentidos ficam como adormecidos por tamanha quantidade.

Os ingredientes tinham uma qualidade suficiente...ainda que não encantassem. O queijo também não se fez notar por aí além e o bife era banal. A mostarda, essa, saltou à vista e com as batatas faziam um snack engraçado...mas pouco mais do que isso. Ainda não foi desta que a Póvoa se impôs e o Projecto acabou por sair debaixo deste Guarda-Sol sem grande impressão. Se tiverem pela Póvoa, passem por lá pois é uma francesinha diferente do habitual que se torna uma descoberta engraçada. Mais do que isso é pura ficção. Obrigado a todos os seguidores e fãs do blog e, se for caso disso, Boas Férias...com Francesinhas, claro!

Parâmetros lmatias
rpinto
hvara
dalves TOTAL
Local 7 7 6 7 6.75
Molho 6 6 4 5 5.25
Batatas 7 6 6 6 6.25
Inovação 6 6 6 6 6.00
Ingredientes 5 5 5 5 5.00
Preço 6 7 5 6 6.00
PONTUAÇÃO FINAL 6.17 6.17 5.33 5.83 5.88
CUSTO TOTAL 7.30 €
Comments (7) Trackbacks (0)
  1. Em vez de irem a Leça…

  2. Gostos não se discutem, mas uma coisa podem ter a certeza o molho não leva natas … e é delicioso

  3. Foi a pior francesinha que comi em toda a minha vida!
    O molho é das coisas mais repugnantes que já provei, mesmo do pior.
    É pena pois o sitio é lindíssimo mas só mesmo pelas vistas…

  4. É mesmo verdade a tal coisa dos gostos… eu amo esta francesinha, principalmente pelo molho completamente diferente de todos os outros :) mas pronto, opiniões são opiniões, e eu respeito! =D

    Bons manjares!

  5. A Francesinha Poveira é um pouco diferente da Francesinha original, no entanto o “Guarda-sol” não é o melhor local para comer. Na Póvoa aconselho dois locais: Zé d’Amura e Manjar das Francesas! Este último já não vou lá há uns anos, mas para mim tem das melhores francesinhas que já comi… A francesinha à manjar! :D

    • Frederico,

      É verdade. Contudo, já fomos a 2 das 3 casas que citou e a francesinha não nos surpreendeu de forma excepccional.
      Continuamos a nossa busca.

      Cumprimentos,
      PFrancesinha

  6. A pior francesinha que já comi. O molho era nojento, sem consistência, o sabor era péssimo, o cheiro enjoava e tinha uma camada de espuma por cima, parecia o óleo de fritar usado.
    O atendimento péssimo.
    Nunca mais volto lá.


Leave a comment

(required)


*

Trackbacks are disabled.