Projecto Francesinha Um Projecto de bem comer a norte

30Mar/125

A Cantarinha – Pérola de Massarelos

francesinhas-300x259

Dia quente no Porto. A hora mudou e os dias mostram-se de forma mais alegre, mais descomprometida. O Projecto está prestes a partir para mais uma descoberta.

Esta semana como anunciado ficamos pelo Porto (para não variar). Bem no centro, bem ali na zona nobre da Maternidade Júlio Dinis. Lugar onde muitos portuenses dão o primeiro choro das suas vidas. No nosso caso foi mais: "Comer e chorar por mais...". Estivemos no modesto e movimentado 'Cantarinha'. Com entrada para o Largo da Maternidade de Júlio Dinis temos um espaço bem tradicional, aquilo que carinhosamente os portuenses chamam de 'tasca'. Balcão de inox á antiga, mesas dispersas pela sala assimétricamente, duas televisões de tamanho considerável.

A 'tasca' estava bem composta. Na tv os vermelhos jogam com os azuis. E advinhem por quem torcem os demais comensais ? Orientamos a nossa mesa e assentamos arraiais. Depois de um dia cheio nada como uma Francesinha para retocar o estômago e animar a alma. Sem rodeios somos abordados. "Quatro Francesinhas?" - pergunta o 'moço'. A resposta é obvia... "São quatro Francesinhas com ovo e batata frita, com tudo a que temos direito".

Dois dedos de conversa. Chegam para a mesa ao lado as Francesinhas. São de tamanho consideravel, com boa cor. Mais dois dedos de conversa e chegam a mesa duas travessas de batata frita. A batata frita de classe tradicional. Duas travessas bem compostas. Provamos uma e confirma-se são batatas reais, um ponto positivo!

Estamos a trincar a segunda batata e ei-las... chegam as nossas mais que tudo! Bom aspecto e com um tamanho de fazer inveja a muitas casas com nome. Primeira batata 'demolhada' no molho. Algo doce comentamos os quatro. Tomate em demasia? Talvez... Coberta por fatias de queijo bem derretido e com boa textura. Avançamos para a primeira garfada. O pão torrado de qualidade mostra bem que estamos numa casa que sabe o que faz. O bife de qualidade mundial. Tenro e bem temperado. Aquele bife que parece 'manteiga'. Com a altura ideal e que dá ao interior da Francesinha um bom aspecto. A acompanhar temos dois tipos de salsicha. Uma de qualidade e saborosa a outra nem tanto... Fatias de fiambre completam o interior desta 'andorinha'.

Surge uma terceira travessa de batata frita. Tudo isto sem nosso pedido, o saber atender é lei neste espaço. O Projecto Francesinha gosta disto! Aparece também uma nova 'rodada' de molho servida pelo empregado. O molho 'aquecido' na hora bem vermelho surge num bule. Bem vermelho e bem quente. Por outro lado a textura e picante estavam no ponto. Este ía sendo servido pelo 'dono' á medida que íamos degustanto a Francesinha.

Pelo ambiente, pelo atendimento e pela Francesinha a Cantarinha merece claramente a visita dos amantes de Francesinha. Deixamos aqui mais um local bem no centro do Porto para os que pensam que já tinhamos esgotados as possibilidades. Com esta chegamos ao numero simbolico de 50 'descobertas'. Uma maratona. Um prazer. Continuaremos. Não percam o próximo episódio porque nós também não...
Até breve!

Parâmetros lmatias rpinto hvara dalves TOTAL
Local 9 9 9 7 7.5
Molho 6 6 6 5 5.75
Batatas 8 8 8 8 8
Inovação 5 5 5 5 5
Ingredientes 7 7 7 7 7
Preço 7 6 6 6 6.25
PONTUAÇÃO FINAL 7.00  6.50 6.50 6.33 6.58
CUSTO TOTAL 7,50 €
Filed under: Uncategorized 5 Comments
16Mar/120

Meia Banana – Banana e Meia

francesinha-295x300

Guess who's back? É verdade a roda da vida não tem fim para o Projecto Francesinha. A descoberta continua e este 'projecto' começa a tomar dimensões temporais imensas. Temos em carteira uma generosa lista de locais a visitar. É sinal que o prato mais saboroso da cidade portuense continua a ser servido e reinventado em cada recanto desta bela cidade. Vamos continuar e só terminaremos quando os Deuses assim o pretenderem.

Agendas acertadas, local combinado e estamos prontos. Partimos.
Mais uma vez atravessamos o rio para descobrir mais uma Francesinha. Um casa muito comentada e reconhecida por todos os que se dedicam a esta iguaria portuense. Falamos claro está do Snack-bar Meia Banana, em Vila Nova de Gaia.
Chegados ao local, uma zona de prédios com um café por baixo. Esplanada com guarda-sois imponentes. Continuamos dentro do carro até encontrar estacionamento.

Estacionamos bem numa zona sombria. Os aromas pairam no ar, somos abordados por locais que afincadamente nos indicam o melhor caminho. Seguimos as indicações e rapidamente estamos à porta.

Um espaço bem arranjado e moderno, nada que deslumbre. No fundo um Snack-bar. Entramos e escolhemos uma mesa bem de frente para a TV. A sala estava composta e várias mesas estão decoradas com Francesinhas. Bom sinal.
Vista de olhos no menu, escolha fácil: Francesinha Especial com batata frita e ovo. Um pratinho de entradas surge na mesa para ir abrindo o apetite.
O empregado a nós destinado esteve sempre atento, não deixando nada ao acaso.

Breves minutos e as estrelas descem às nossas mesas. Decoradas com um marisco. Bem amarelinhas e com a batata em redor. O camarão que decora a Francesinha confere-lhe um aspecto requintado. O receito é de marisco seja usado no molho...

Primeiras garfadas e primeira constatação: o queijo é banal. Avançamos para o interior e aí temos a grande revelação. Ingredientes de luxo. Um bife incrível. Saboroso e alto, como deve ser. As restantes carnes acompanham da melhor forma. E tornam o interior desta Francesinha o seu grande forte. As batatas 'verdadeiras' não comprometem. Talvez necessário um pouco mais. Receito confirmado. O molho não está ao nivel dos ingredientes. Não tem a textura adequada e parece algo liquido.

Em resumo, boas carnes mas falta um pouco de melhorias no molho.

Aproveito para relembrar que estamos sempre abertos a novas sugestões. Obrigado a todos os que acompanham as nossas aventuras gastronómicas.
Um até breve!

Parâmetros lmatias rpinto hvara dalves TOTAL
Local 7 6 7 6 6.5
Molho 5 5 5 6 5.25
Batatas 7 6 7 7 6.75
Inovação 5 7 6 7 6.25
Ingredientes 8 8 9 8 8.25
Preço 7 7 6 6 6.50
PONTUAÇÃO FINAL 6.50  6.50 6.67 6.67 6.58
CUSTO TOTAL 9,00 €
Filed under: Uncategorized No Comments
5Mar/124

Encontro Académico

Como já é habitual, o Projecto Francesinha reuniu-se uma vez mais. Desta vez, voltámos ao local do costume: o Porto. Fomos para o centro, para a conhecida Cedofeita outrora recheada de estudantes Universitários. Agora, poucos são os que ainda a habitam nos longos dias de Inverno. Um dos espaços outrora mais frequentados era o Café Encontro, que foi alvo da sempre surpreendente visita do Projecto Francesinha neste episódio.

O espaço, remodelado, já pouco tem do antigo encontro. Ainda que o ambiente de hoje seja pouco jovial, o prato tradicional manteve-se fiel ao antigamente: estamos a falar da famosa francesinha, claro está. Antes de nos sentarmos, já os finos estavam na mesa. Uma discussão sobre futebol e um jogo qualquer animavam a discussão que, como se já não bastasse o tema da praxe, era agitada pela natural espera. O PF é uma criança curiosa (e gulosa) por definição e esta visita não foi excepção.

Demorou mas a criança nasceu: depois de mais um golo do Barcelona para a Champions, eis que o empregado nos trouxe o brinde mais esperado: a mui nossa francesinha. Desde logo, reparámos num detalhe que normalmente não gostamos. As batatas vinham dentro do prato, sem grande opção. Os ingredientes não eram fracos mas o molho deixava algo a desejar. Tinha um travo tostado, como que feito à pressa....como que guardado num baú e despejado depois de forma despreocupada. Não fora o molho e as batatas (caseiras, leia-se!) virem no sítio errado, e a conversa sobre esta francesinha seria outra. O espaço é agradável, descontraído, destinado a estudantes ou a quem não se importe de ter um ambiente diferente. O preço é um pouco elevado (7,50eur.) para o que se obtém mas não foge à regra de subidas de preço generalizadas um pouco por toda a restauração. Recomendamos o encontro a quem queira um ambiente rústico e uma francesinha tradicional portuense, mas pouco mais do que isso. Obrigado por todas as mensagens de incentivo que continuam a enviar-nos. Abraços e beijos para todos.

Parâmetros lmatias rpinto dalves TOTAL
Local 7 7 7 7.00
Molho 5 5 5 5.00
Batatas 7 6 6 6.33
Inovação 5 5 5 5.00
Ingredientes 8 7 8 7.66
Preço 6 6 7 6.33
PONTUAÇÃO FINAL 6.33 6.00 6.33 6.22
CUSTO TOTAL 7,50 €
Filed under: Uncategorized 4 Comments