Projecto Francesinha Um Projecto de bem comer a norte

23Jun/116

A. Cunha 2 – Aposta Segura

francesinhacunha-300x259

E tudo volta ao normal. O Projecto Francesinha 'is back in business'. Esta semana a vida portuense gira à volta de sardinhas, febras, broa, martelinhos, alho porro e bom vinho. Semana de fim de semana prolongado que promete festa rija, no Porto e arredores. Contudo o Projecto continua concentradissimo na sua missão e não facilita. Mais uma aventura e uma agradável surpresa. Desta feita o destino foi a zona de Ramalde, conhecida por vezes por outros motivos menos nobres. Todavia, a partir de hoje será conhecida - pelo menos para nós - como um bom sitio para deliciar uma Francesinha. Falamos claro está do Café A.Cunha 2. Com um reclamo imponente no topo do edifício, não há que enganar!


Espaço tipicamente portuense, bastante caseiro. Agradável e bem composto. Já várias mesas estão enfeitadas com as 'gostosas do pedaço'. Sentamos e a escolha é óbvia, sem menu e sem pestanejar: Francesinha c/ ovo e batata, dois finos e duas canecas. Rápido e eficaz, bem do jeito que o Projecto gosta. Olhamos em redor, gente que se delicia com o que vai trincando. Gente humilde e trabalhadora, que como nós, tem ao final do dia alguma paz e descanso. E sempre que possível acompanhado com boa comida e boa companhia.
Vamos afinando os detalhes para o grande dia. Está já aí. Teremos surpresas e novidades. O local foi escolhido por vós e, como bons democratas, aceitamos a decisão da maioria. É já dia 30 de Junho !
Entram mais e mais pessoas. O espaço fica cada vez mais quente e cheio de comensais. É um bom sinal, os locais movimentados são assim por alguma razão.

Vindas bem lá do fundo, elas surgem com uma cor e cheiro que se avista de longe. Grandes, imponentes. A primeira avaliação é bastante positiva. Ficamos todos agradavelmente surpreendidos. Até porque a fome já apertava e impunha-se algo de dimensões superiores, e de facto foi o que nos surgiu na mesa.
A conversa continua e é dada a primeira garfada. Para nossa surpresa existem dois bifes no interior! Com a altura ideal, textura e sabor no ponto. Um ovo com dimensões nada normais, bastante grande para não destoar. O queijo bastante saboroso agasalha na perfeição o pão. Este tem a altura ideal apesar de ser um pouco mole. Continuamos o desbravamento.

Chegam as batatas. São finas e claramente congeladas. De uma qualidade que não é bem no nosso agrado. Mas adiante. A primeira batata salta discretamente para o molho.
Apesar de congelada combina bem com este molho. É como nas Ciências Matemática, menos com menos dá mais... Um molho saboroso, aparentemente com tudo o que deve ter. Mas era demasiado líquido, ganha nitidamente pelo sabor e textura. As Francesinhas estão claramente pouco demolhadas, rapidamente ficamos a seco. Pedimos mais molho. As batatas acabam, surge rapidamente outra travessa. Não nos falta nada. Temos tudo.
Dois bifes de uma qualidade superior, tenros e bem temperados. Uma pequena fatia de linguiça aparece como que perdida no meio dos dois enormes bifes. Salsicha fresca nem vê-la. Fiambre e bacon compõem o conteúdo desta Francesinha.

Saltam claramente à vista os dois bifes. Poderiam ser acompanhados de algo mais. Vale sem dúvida a visita a este local, bem referenciado por todos. Apesar dos dois bifes de bastante qualidade, pensamos que o preço está um pouquinho acima, mas quem somos nós para julgar comerciantes trabalhadores. Quem se dá a estes 'luxos' é porque pode e nós ainda vamos podendo. Um abraço a todos os que nos seguem! Vemo-nos no nosso aniversário, dia 30 de Junho, pelas 20:30 no Tappas Caffé! Inscrições aqui!

Parâmetros lmatias
rpinto
hvara
dalves TOTAL
Local 6 6 6 6 6
Molho 6 5 5 6 5.5
Batatas 5 4 5 6 5
Inovação 8 7 7 7 7.25
Ingredientes 7 8 7 8 7.5
Preço 7 6 6 7 6.5
PONTUAÇÃO FINAL 6.50 6.00 6.00 6.67 6.29
CUSTO TOTAL 10.8 €
Filed under: Uncategorized 6 Comments
8Jun/111

Manjar do Nordeste: A Ver o Mar

francesinha1-300x223

20 horas e 30 minutos. Ainda está um calor abrasador no Porto. A terra, cansada de tanto sol, parece lançar um bafo próprio de quem está estafado de trabalhar o dia todo...na verdade, todos estávamos. Todos nós...os 4 amigos que se reuniram uma vez mais com o propósito de apurar qual a melhor francesinha do país. Já toda a gente percebeu de quem estamos a falar!

Num dia de céu azul, decidimos ir ver como estava o por de sol à beira mar. A linha do horizonte puxou-nos um pouco mais para os lados da praia e foi sem dificuldade que, na Madalena, demos de caras com o Manjar do Nordeste. Este espaço recente bem junto à praia com o mesmo nome (Madalena) prima por uma certa classe, charme e bem estar. O requinte do espaço contrasta com as belíssimas paisagens e um certo "savoir faire" que o projecto aprecia. Sentados, de vista para a praia lá passámos os olhos pelo menu...já viciado pelas escolhas que não são mais que um ritual que nos faz reunir uma vez após outra sem qualquer saturação. Pensamos que temos mais vontade agora do que quando começamos e isto só pode ser efeito das francesinhas...existe algum cientista pronto a provar tal teoria?

Uns petiscos surgem na mesa acompanhados duma boa Tulipa portuguesa. As férias já espreitam no horizonte enquanto o sol, bocejante, já acorda noutras paragens. Porém, ambos dominam a conversa na mesa até que os camarões têm uma entrada triunfante. Claro que vieram acompanhados de um molho daqueles bem pesados que só  fazem mal ao colestrol. Após dois olhares, não hesitámos: ignorámos os pasquins das dietas e contribuímos e de que maneira para aquele grupo alimentar dos 1%: GORDURAS! Sim, porque a francesinha compensa com felicidade, lembram-se?

O Forno lateja assim como os nossos corações. O queijo contorce-se de dor e as carnes, ainda que sofram, soltam aquele líquido que dá aquele sabor extra. Mal esfregamos os olhos, o sol desaparece e as francesinhas já cantam na nossa mesa num passo de pura magia. Após um momento de reflexão, partimos para o que interessa e começámos a ingeri-las! O aspecto, era tosco...mas não há nenhum prémio "Miss Francesinha". O molho, parecia pálido, chegado de 3 meses bem passados de dieta numa trincheira de guerra qualquer. Quem feio ama bonito lhe parece, dirão alguns. Nós amamos molho de francesinha mas este é simplesmente mau e não vai figurar na história.

A francesinha, essa, tem carnes com qualidade e um bife até interessante...se bem que a mistura não é nada homogénea. O pão, demasiado alto, e o queijo, demasiado gordo, fazem a francesinha saber a lasanha...e até ver, os nossos amigos italianos ainda não se lembraram de fazer um projecto qualquer :D

Finalmente, temos de elogiar as batatas por serem caseiras...se bem que também não era lá grande pistola. Safava-se o ovo que não era de aviário o que no conjunto, até subia o padrão...não fosse o pão, demasiado alto, lembrar-nos que se calhar podíamos ir à Madalena, ver o mar e desfrutar deste lindo espaço...lendo o menu e pedindo outra coisa qualquer...a francesinha no Manjar do Nordeste não compensa. No final, ainda pedimos sobremesa e o preço não ajudou à avaliação positiva. Fica a dica após mais uma visita do Projecto. Contamos convosco no nosso aniversário no próximo dia 30 de Junho de 2011. Mais informações na nossa página de facebook!

Parâmetros lmatias
rpinto
hvara
dalves TOTAL
Local 8 9 8 8 8.25
Molho 5 5 4 5 4.75
Batatas 6 6 5 6 5.75
Inovação 5 5 5 5 5
Ingredientes 6 5 5 6 5.5
Preço 5 5 5 4 4.75
PONTUAÇÃO FINAL 5.83 5.83 5.33 5.67 5.67
CUSTO TOTAL 9.6 €
Filed under: Uncategorized 1 Comment
3Jun/113

Aniversário Projecto Francesinha: 30/6

projectoFrancesinha-1024x369

Caros Leitores e Amigos,

No próximo dia 23 de Junho de 2011 o ProjectoFrancesinha faz um ano de existência. Foi um ano óptimo que superou todas as nossas expectativas. Nascemos como um blog de amigos para amigos que ultrapassou essas fronteiras. Agradecemos todo o reconhecimento de que fomos alvo a vocês, amigos e leitores do blog, que com sugestões, críticas e comentários fizeram das nossas aventuras e deste blog uma experiência melhor para todos. O nosso sucesso é também vosso.

Desta forma, queríamos retribuir este carinho reunindo a "família" do Projecto no próximo dia 30/6/2011. Qualquer um é livre de se inscrever ao jantar até à sua véspera, sendo que quem se inscrever até dia 18/6 terá a oportunidade de escolher o espaço em que este irá decorrer (que será, forçosamente, um dos 30 espaços visitados pelo Projecto durante o último ano). Como ainda não somos ricos, cada um pagará a sua - uma vez que é evidente que o jantar será francesinha. Claro que o ProjectoFrancesinha terá uma lembrança para vocês! Inscrevam-se AQUI e venham participar nesta grande festa!

Filed under: Uncategorized 3 Comments