Projecto Francesinha Um Projecto de bem comer a norte

26Dec/107

Mariju – A estrada tem fim

Cá está o Projecto de regresso. Mais uma etapa. Como anunciado, o destino é o Café Snack-bar Marijú em Angeiras. Fora de mão para quem mora no Porto. Há que explorar todos os locais, principalmente aqueles que nos tem sugerido. Desde já agradecemos as sugestões e comentários, já temos cerca de 100 locais para visitar!

Encontro marcado. Fazemo-nos à estrada. As nuvens pairam no ar. O trânsito entope tudo quanto é via. O destino é longínquo mas a vontade de chegar é muita. Começa a chover. Chegamos. A estrada tem fim. Para lá só existe mar e mato. Estacionamos.

Encontramos um Café Snack-bar modesto, com tudo aquilo que procuramos. É o típico café de 'bairro' com atendimento muito personalizado, com muita calma e com tempo para dois dedos de conversa. O Projecto Francesinha gosta disto. As grandes cadeias de restauração deviam aprender algo com o pequeno comércio. Verificamos que o espaço se encontra aberto e que ainda nos poderá servir. Já não era cedo. Com a amabilidade e simpatia nos convidam a entrar. Fazemos o pedido. São ressuscitadas as máquinas para nos preparar a refeição.

Mariju

Para não complicar, pedimos Francesinha com ovo e batata frita. Conversa puxa conversa e lá nos entretemos enquanto a Francesinha não chega. Como tudo estava desligado a espera foi um pouco longa. Não há nada com uma pontinha de fome para abrir o apetite. Chegam à mesa as Francesinhas, com um aspecto agradável, o verde das duas azeitonas no topo dão-lhe um ar mais colorido. Atacamos a Francesinha com a mesma vontade com que se dá um mergulho no mar em pleno Verão. Muito compacta, corta-se com facilidade e não se desmancha, tudo se mantém firme. O pão de forma é demasiado alto, fofo sem duvida. Talvez um pouco tostado e a Francesinha ganhava alguns pontos. O recheio condiz com o local, muito tradicional. Facilmente encontramos fatias de chouriço corrente, fatias de mortadela, fiambre e um bife um pouco pequeno e fino, mas saboroso. Contudo estava em falta a salsicha fresca e a linguiça escondia-se com mestria, a custo lá se encontrava.

MarijuUma pequena travessa de batata chega à mesa, são congeladas. Contudo das melhores batatas congeladas que já nos apresentaram. O queijo era bom, mas não sobressaia. Não confere à Francesinha aquele sabor de eleição. O molho, bem o molho teve opiniões um pouco dispares entre os elementos. Tanto se comentava que era bom, com um sabor intenso e 'no ponto', como se dizia que parecia daqueles molhos pré-feitos, vendidos em garrafa no supermercado. Tinha ligeiros tons de vermelho, que indicava que o piripíri foi adicionado depois.

Apesar de um pouco afastado do centro do Porto, é sempre um boa opção para um jantar tranquilo quando se está pelos lados de Leça ou Angeiras. É uma boa Francesinha, ganhava um pouco se os ingredientes fossem em mais quantidade, aos existentes qualidade não faltava.

Boas Festas e até breve !

Parâmetros lmatias
rpinto
hvara
dalves TOTAL
Local 7 7 6 7 6.75
Molho 6 7 4 7 6
Batatas 6 6 5 6 5.75
Inovação 5 5 6 6 5.50
Ingredientes 5 5 5 5 5
Preço 7 7 7 7 7
PONTUAÇÃO FINAL 6.00 6.17 5.50 6.33 6.00
CUSTO TOTAL 7.2 €
Filed under: Francesinhas 7 Comments
8Dec/1026

Café São João – A Francesinha XXL

Frio, vento, chuva e tornados é o que anuncia a Tv.  Hoje está um dia em que só apetece ficar em casa, no sofá com o portátil e o aconchego da 'mantinha'. Mas valores mais altos se levantam, não há vento, nem sequer tornado que pare o Projecto. Abraçamos então mais uma milestone. Como prometido a viagem desta noite leva-nos ao muito badalado Café São João em Canelas. Local pequeno, muito procurado pelos apreciadores de Francesinha.

Café S. João

Pela primeira vez, esperamos à porta. Uns bons 25 minutos. Pode ser um bom presságio, ficamos na dúvida. Dizem os entendidos que é da 'praxe' esperar. Eu aceito. Já os ponteiros batem as 22h quando entrámos. Lá nos acomodamos. Pedimos de imediato, a típica Francesinha com batata fria e ovo, para não complicar. Ninguém opta por meia. Para quem desconhece este conceito, passo a explicar. Neste local a Francesinha é bastante avantajada, daí existirem as modalidades de meia francesinha e francesinha para partilhar. A Francesinha é alta, e não é do pão, é composta por dois bifes muito bem preparados e saborosos. Para os mais comedidos é necessária alguma preparação física e até mental.

Batatas FritasSalta para a mesa uma travessa de batata frita, aspecto demasiado perfeito. São congeladas. Tanto é que nem as acabámos. Chegam passado 5/7 minutos as famosas. Bem aconchegadas em dois pratos, que quase extravasam de molho.  Estavam quentes e robustas. O molho chega ainda a borbulhar, a ferver e demasiado liquido na opinião geral. A primeira prova do molho dá conta que não é aquele molho, se é que me entendem. Falta sal e um pouco de picante.

Os bifes, sim eram dois, que ultrapassavam todos os limites do normal. Saltando para fora dos limites que o pão confere à Francesinha. Projecto Francesinha gosta disto. O molho ainda ferve. A tarefa é iniciada pelas 'bordas' dos bifes, após alguma luta lá se chega ao interior da Francesinha. Não se dá pela falta de molho, o recipiente esvazia, não damos por isso e sem perguntas, o recipiente enche.  Projecto Francesinha gosta disto.

Café São João - InteriorAgrada-nos a atenção que é dada aos pormenores, enquanto as nossas atenções se centram no prato. O queijo peca por estar muito derretido. Não é dos mais saborosos que já degustámos.  O interior é composto, bem constituído. Bifes altos do vazio, como deve ser. Fiambre q.b.. Houve dificuldade em encontrar a linguiça, mas ela estava lá! Já não podemos dizer o mesmo da salsicha fresca. Adiante, no fundo os bifes ofuscam os demais ingredientes.

Vale sem duvida alguma a viagem. É uma Francesinha que impressiona pelo tamanho, pelos bifes e pelo fervilhar do molho. O conceito de partilha da Francesinha é inovador, dado o tamanho das mesmas. A existência de dois bifes também surpreendeu pela positiva, contudo não o suficiente para entrar no top.

Parâmetros lmatias
rpinto
hvara
dalves TOTAL
Local 7 7 6 6 6.50
Molho 5 4 5 5 4.75
Batatas 5 5 5 6 5.25
Inovação 9 8 8 8 8.25
Ingredientes 7 6 6 7 6.50
Preço 7 8 7 7 7.25
PONTUAÇÃO FINAL 6.67 6.33 6.17 6.50 6.42
CUSTO TOTAL 10.2 €
Filed under: Francesinhas 26 Comments